ActionCOACH / Oferta sessão de Diagnóstico

terça-feira, 22 de junho de 2010

O Consultor dá o peixe enquanto que o Coach ensina a pescar!

A função do COACH é alinhar-se com as metas que o cliente quer atingir e colaborar para que este se responsabilize em consegui-las. Ele orienta o cliente na expansão de suas crenças, de seu poder interno, e treina-o nos novos comportamentos que o apoiam na conquista de seus objectivos.

O COACH possui a capacidade de administrar mudanças; habilidade em controlar o stress de maneira positiva; aumento da sua capacidade de liderança e aumento da produtividade e lucros, aumento ainda da qualidade de vida no ambiente de trabalho; capacidade eficiente de trabalhar em equipas… e claro, grande capacidade de resolução de conflitos.

O foco da interacção entre o COACH e o Cliente é nas possibilidades futuras do cliente e como transformá-las em realidade.

O Coaching é um processo estruturado e focado em acções, para ajudar a pessoa a progredir em direcção às suas metas mais importantes, conquistar os seus objectivos e criar a sua versão da vida (pessoal e profissional) ideal, através de:
  1. Investigação, avaliação e reflexão;
  2. Descoberta pessoal de pontos fracos e qualidades;
  3. Aumento da capacidade de responsabilizar-se pela própria vida e carreira;
  4. Foco em objectivos estabelecidos;
  5. Feedback e apoio constante do Coach.
O Coaching funciona também, para aumentar as competências do executivo ou empresário, para que ele se torne um líder mais efectivo e com inteligência emocional mais desenvolvida.

Através de processos de avaliação rápida e estruturada – assessments – O COACH obtém informações relevantes sobre valores, qualidades, capacidade de lidar com stress, liderança, comunicação, áreas que necessitam de maior desenvolvimento, etc, e com base nisso, planeia as áreas que precisam de ser mais treinadas, de maneira a gerar maior eficácia na vida profissional, além de equilíbrio pessoal, com o intuito do cliente alcançar os seus objectivos.

Gradualmente, as acções e comportamentos específicos são agendados e treinados, para que o cliente domine as competências necessárias, agregando valor ao seu estilo de liderança. O processo gera mais escolhas de comportamento e maior tomada de responsabilidade do cliente, pela criação da sua realidade pretendida.

As pessoas que passaram pelo processo de Coaching após o treino, conseguiram implementar e manter os novos conhecimentos. Com o Coaching, as pessoas passaram pela curva da aprendizagem, consolidaram o que foi apreendido e atingiram melhores resultados do que os alcançados antes do treino. A pessoa redescobre a sua grandeza, as suas potencialidades, as suas forças e torna-se o agente responsável pela criação da vida que deseja, com resultados extraordinários.

A Consultadoria aponta processos inefectivos e sugere soluções. Segundo Peter Block (1991), ”o consultor é uma pessoa que, por sua habilidade, postura e posição, tem o poder de influência sobre pessoas, grupos e organizações, mas não tem poder directo para produzir mudanças ou programas de implementação”.

Os Consultores colocam ao serviço dos seus clientes soluções, estratégias e processos para adquirirem capacidade competitiva, expandir a sua actividade para outros mercados e tirar proveito das novas tecnologias. A Consultoria tem por objectivo diagnosticar situações e dar soluções optimizadas que respeitem, além dos investimentos já realizados, os valores culturais e tecnológicos de cada instituição. São desenvolvidos estudos, avaliando-se as necessidades actuais e futuras do cliente e elaborados projectos personalizados que definem a arquitectura de sistema e de todos os componentes da solução a ser adoptada. O Consultor escreve relatórios! Dá as respostas! É um especialista na matéria! Faz todo o trabalho.

A Consultadoria é, basicamente, uma actividade profissional de diagnóstico e formulação de soluções acerca de um assunto ou especialidade.

Não basta saber o que fazer, é preciso saber como e querer fazer algo. O comportamento de um Consultor deve exteriorizar valores, emoções e um verdadeiro conhecimento. É preciso ter a capacidade de se comunicar dentro da empresa de forma produtiva, porém tranquila, deixando claro a todos os colaboradores que está comprometido com o seu trabalho, que acredita no que faz, e está disposto a ajudar a empresa. O posicionamento como um colega dos demais funcionários, como o de alguém que está ali para ajudá-los, é imprescindível para que estes criem confiança e não atrapalhem o seu trabalho.

As habilidades do consultor devem estar focadas preferencialmente nos métodos e instrumentos utilizados, na partilha de ideias e informações sobre a empresa, na criação de um clima favorável, na gestão dos recursos disponíveis e na motivação. O consultor empresarial deve saber também quais as melhores formas de se realizar a recolha de dados para posterior diagnóstico, dentro de cada tipo de organização, observando as suas políticas e valores, antes mesmo de iniciar seu trabalho. Ele deve manter-se alinhado em relação aos componentes da cultura organizacional onde está a realizar a consultoria, e respeitá-la. Isso vai garantir uma relação tranquila com a empresa-cliente, gerando sempre resultados positivos, que podem resultar em contratações futuras por essa mesma organização e por outras que podem ter conhecimento dos bons resultados. 

O Consultor trabalha sozinho e possui conhecimentos em diversas áreas. O tipo de serviço ou produto oferecido é que vai definir a posição do cliente, pois este item definirá o que o cliente quer do consultor e como o mesmo pode colaborar para a sua organização.

Read more...

terça-feira, 8 de junho de 2010

The business of Coaching - Coachumentário ActionCOACH

Vejam de seguida este pequeno filme sobre o Negócio de Coaching lançado pela ActionCOACH no início de Junho.


The Business of Coaching: Winning the Game of Business from ActionCOACH on Vimeo.

Read more...

O que é um COACH?

Google Maps - ActionKEN

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP